Principais problemas dermatológicos causados pela exposição solar

Principais problemas dermatológicos causados pela exposição solar

Os problemas dermatológicos causados pela alta exposição solar é um problema que pode afetar qualquer pessoa, os cuidados com a alta exposição solar é uma das principais preocupações com a saúde pública em Brasília.

 

A pele é o maior órgão do corpo humano e é a primeira barreira contra as agressões externas ao nosso corpo, e por isso precisa de cuidados exclusivos.

 

Quando falamos de cuidados com a pele vai muito além da questão estética e fotoenvelhecimento, precisamos evitar que a exposição solar demasiada cause danos irreversíveis à pele.

 

O sol é um recurso muito importante para manter a saúde física, nossa fonte de vitamina D e também o regulador do nosso relógio biológico, receber luz solar diariamente é essencial para a vida, porém é preciso ter cuidado com os excessos, entenda mais sobre o assunto, lendo nosso artigo até o final.

 

Alta incidência solar em Brasília

 

Segundo o INCA, Instituto Nacional de Câncer, o câncer de pele representa 30% dos casos de tumores malignos no Brasil, a maioria dos diagnósticos são de câncer não melanoma.

 

O câncer não melanoma possui como fator de risco, além da condição genética, a exposição  prolongada a raios ultravioletas e a entidade ainda faz um alerta: com o aumento da exposição solar, a média de idade das pessoas diagnosticadas está diminuindo.

 

O que torna o câncer de pele uma grande preocupação no País e mais precisamente nas regiões com forte incidência solar. 

 

Brasília especificamente, fica em uma área de forte incidência de radiação solar no território brasileiro, o que coloca os habitantes da capital em uma situação de grande risco, o que evidencia a necessidade de estar sempre em contato com um dermatologista em Brasília.

 

Na imagem a seguir, reproduzida dos projetos SWERA, em parceria do INPE e do LABSOLAR/UFSC, você pode visualizar a incidência solar na região do Centro-oeste onde se localiza o Distrito Federal.

 

Imagens obtidas com o uso do modelo BRASIL-SR a partir de dados climatológicos e do satélite GOES-8 para o ano de 2000.


 

Como pode notar, a região central do país recebe o máximo de radiação e este cenário se repete durante quase todo o ano.

 

Portanto, as recomendações de exposição ao sol precisam ser seguidas com atenção para evitar patologias que podem levar ao câncer de pele, veja alguns dos cuidados básicos que você precisa ter ao se expor ao sol, principalmente em Brasília:

 

  1. Uso de protetor solar com proteção aos raios UVA e UVB, o produto deve possuir fator de proteção, FPS 30 ou superior e ser resistente à água;

 

  1. evitar se expor a luz solar direta entre as 10h e às 16h;

 

  1. usar barreiras físicas como óculos escuros, bonés, chapéus e roupas de manga comprida que forneçam uma boa proteção ao sol;

 

  1. se hidrate para evitar o ressecamento da pele;

 

  1. consumir alimentos ricos em carotenóides, como maçã, cenoura, abóbora, substância com poder antioxidante e que acumula na pele.


 

É importante frisar que pessoas de pele negra possuem um fator de proteção natural maior, porém isso não as isentam dos cuidados diários com a pele.

 

Estes cuidados devem ser diários e fazer parte da sua rotina, pois queimaduras solares são frequentes e com o passar do tempo a pele pode não conseguir se regenerar de maneira satisfatória.

 

6 problemas de pele causados pela exposição solar

 

O câncer de pele não é a única patologia que pode acometer uma pessoa que não toma os devidos cuidados ao se expor à luz solar. Existem diversas doenças que se não forem tratadas podem evoluir para formas mais agressivas e causar danos irreparáveis à pele, veja alguns exemplos.

 

  1. Acne solar

 

A acne solar é causada pela combinação de suor, oleosidade e a incidência da radiação na pele, o excesso de exposição ao sol pode irritar a pele, principalmente em quem já possui a predisposição à oleosidade.

 

Por isso, é indispensável procurar um dermatologista que ajude a escolher os melhores produtos para seu tipo de pele, que forneça proteção solar ao mesmo tempo em que reduz a oleosidade natural para níveis mais equilibrados.

 

  1. Fotoenvelhecimento

 

Tomar sol sem a devida proteção causa um efeito conhecido como envelhecimento precoce ou fotoenvelhecimento, o surgimento de rugas e manchas na pele prematuramente são o sinal de que você não está cuidando da sua pele de maneira adequada.

 

Esse envelhecimento acelerado é causado pela ação dos radicais livres, moléculas instáveis que se associam facilmente a outras moléculas que possuem uma alta taxa de oxidação.

 

Nós produzimos radicais livres naturalmente ao metabolizar alimentos e o oxigênio e corpo humano consegue combater a ação destas moléculas, porém quando se soma fatores externos, o aumento dos radicais livres pode ser difícil de combater por nossas barreiras naturais.

 

  1.  Problemas de visão

 

Assim como a pele, os olhos também estão predispostos a ter problemas com a exposição solar. Queimaduras na córnea são mais comuns do que a maioria das pessoas imaginam.

 

Além disso, o excesso de radiação solar pode provocar uma aceleração no processo de catarata em indivíduos predispostos, e podemos mencionar também que a área da pálpebra é mais delicada o que favorece o surgimento de displasias malignas na região.

 

Portanto é essencial proteger a região com óculos e bonés com fator de proteção solar. 

 

  1. Melasma

 

As manchas de pele causadas pela exposição prolongada ao sol sem proteção são conhecidas como melasmas. Essas manchas costumam surgir após anos de ação da radiação solar sobre a pele e são um indicativo de que o órgão está sofrendo com os danos causados pela exposição.

 

O melasma é uma doença sem cura, que apesar de não doer nem causar danos graves à saúde, pode impactar muito a autoestima de quem possui. 

 

  1. Queratose actínica

 

A queratose é um dano grave causado na pele pela exposição ao sol, essas feridas se caracterizam por sua textura áspera e por nunca sarar por completo com tratamentos tópicos convencionais.

 

Ao perceber algo com essas características na sua pele você deve buscar um dermatologista imediatamente, para diagnosticar e  tratar o problema corretamente, pois as chances de uma queratose actínica evoluir para câncer é de 20%.

 

  1. Queimaduras solares

 

Muito comum em quem toma banhos de sol, seja na praia, piscina ou em uma caminhada ao ar livre, as queimaduras solares atingem principalmente quem não respeita os cuidados com a pele e pessoas que possuem a derme clara.

 

As queimaduras solares podem ser leves ou causar sintomas como bolhas, febre e dor no local. é importante tratar para que não danifique a sua pele, deixando ela manchada e fragilizada.

 

Quando procurar um dermatologista?

 

Visitar o dermatologista em Brasília regularmente é essencial para prevenir doenças dermatológicas, já que o efeito da radiação solar é cumulativo e também para cuidar da aparência, o dermatologista irá indicar cremes, remédios e tratamentos que vão ajudá-lo a cuidar da sua pele e mantê-la saudável e bonita por mais tempo.

 

Além das visitas regulares, sempre que identificar manchas, pontinhos ou outra anormalidade na sua pele procure o dermatologista para um diagnóstico e tratamento, evitando que o problema se torne mais grave e difícil de curar.


Não deixe que um problema simples se torne algo perigoso para a sua saúde, consulte um dermatologista, agende uma avaliação e saiba como está a saúde da sua pele.

Entre em contato conosco

Estamos sempre pronto para melhor atender

+ =


(61) 3631-1029Formosa