Dia Nacional do Neurocientista - Entenda a Profissão

Dia Nacional do Neurocientista - Entenda a Profissão

A neurociência tem se tornado cada vez mais importante nas últimas décadas e representa um campo de conhecimento fundamental para o desenvolvimento humano, saúde e bem-estar.

Vivemos em um mundo cada vez mais conectado e tecnológico com uma população que tende a envelhecer e  se transformar para se sentir bem. Atingir o bem estar e o equilíbrio tornou-se mais urgente do que nunca, tanto física quanto emocionalmente. 

A neurociência surgiu como a solução para os problemas do século XXI, e alinhando o conhecimento biológico às novas tecnologias, podemos esperar mais avanços ainda. Neste artigo, nossa equipe reuniu os principais pontos sobre essa área da saúde tão importante. Confira abaixo e boa leitura!

 

O que estuda a neurociência?

 

A neurociência avalia o sistema nervoso (formado pelo cérebro, medula espinhal e nervos periféricos.

O principal objetivo dos neurocientistas é decifrar os comandos e funções do cérebro humano, bem como das alterações que o órgão sofre ao envelhecer. Os principais temas estudados na neurociência são:

 

  • Controle neural das funções autônomas; 
  • Controle neural das funções sensoriais; 
  • Controle neural das funções motoras; 
  • Mecanismos de atenção, memória e aprendizagem, emoção, linguagem e comunicação;
  • Relação entre cérebro e comportamento; 
  • Doenças do sistema nervoso,  de enxaquecas a Alzheimer; 
  • Doenças mentais como a depressão.

 

A pesquisa sobre esses tópicos envolve entender como mais de 86 bilhões de células nervosas se formam, se desenvolvem e se conectam. Não se limita à biologia ou à medicina, razão pela qual a neurociência é definida como interdisciplinar. 

O campo inclui conhecimentos de química, matemática, linguística, psicologia e engenharia, física, ciência da computação, para citar apenas alguns exemplos. 

Apesar do fascínio, as neurociências se firmaram como um campo científico independente na década de 1970. 

Ao mesmo tempo, tecnologias de varredura cerebral como tomografia por emissão de pósitrons (PET SCAN),  cintilografia de perfusão cerebral (SPECT),  ressonância magnética nuclear (RMN) e  magnetoencefalografia (MEG) estão surgindo, tecnologias que estão permitindo grandes avanços nos estudos neurocientíficos, que ao longo dos anos foram divididos em ramos especializados.

 

Neurociência e psicologia

 

Uma ilustração de um cérebro.

 

Dominar os conceitos da neurociência é requisito para ser considerado um bom psicólogo ou psicanalista, e até mesmo o Conselho Federal de Psicologia (CFP) reconhece uma especialização nessa área, também conhecida como neuropsicologia.

Para entender o comportamento humano, é preciso entender como o cérebro funciona, como os princípios da neurociência cognitiva, incluindo atenção, linguagem, memória, raciocínio e tomada de decisão.

Este subcampo examina a base neural dos processos mentais, como o que acontece em nossos cérebros afeta nosso comportamento e pensamentos.

A neurociência permite que os psicólogos determinem se as mudanças no comportamento e na função cognitiva de um paciente estão dentro da norma para a faixa etária ou o contexto psicossocial de um indivíduo.

Este é o caso de adultos mais velhos com perda de memória ou crianças com dificuldades de aprendizagem. Além de indicar uma abordagem mais segura do tratamento, o conhecimento permite testar e estabelecer um diagnóstico.

O profissional de saúde mental que se especializa em neurociência é capaz de atuar em clínicas, escolas e hospitais, ajudando assim pessoas de todas as idades. 

 

Neurociência e mindfulness

 

Uma animação de um cérebro realizando sinapses.

 

Um recurso terapêutico comum utilizado pelos psicólogos é a prática da atenção plena, o estado mental da atenção plena. A forma como o cérebro entra nesse estado, além dos benefícios da prática, é explicada pela neurociência.

Os benefícios mais conhecidos da atenção plena incluem habilidades cognitivas e de concentração aprimoradas, regulação emocional e gerenciamento do estresse.

No mundo do trabalho, o benefício mais óbvio é o aumento da produtividade. Ambos estão conectados à ínsula, a pequena parte do cérebro que coordena as emoções.

A neurociência explica que quando praticamos a atenção plena, aumentamos o intervalo de tempo entre um estímulo e a resposta do cérebro – uma resposta que a ínsula está acostumada a dar imediatamente.

Dessa forma, podemos controlar nossos impulsos e, a longo prazo, gerenciar o estresse psicológico.

O método de aplicação de mindfulness mais analisado pela neurociência é o Mindfulness-based Stress Reduction (MBSR), que possui benefícios exclusivos ao cérebro humano e, assim sendo, para a saúde geral do corpo.

 

Como a neurociência contribui para a educação

 

A neurociência tem contribuído para a educação graças às recentes descobertas em neuroplasticidade, que impactam diretamente no processo de ensino.

O termo refere-se à capacidade do sistema nervoso de se adaptar e se moldar às adversidades ambientais, criando novas conexões entre os neurônios ao longo da vida.

Três funções principais do cérebro relacionadas à capacidade de aprender requerem estimulação desde a primeira infância:

 

  • Memória de trabalho: A capacidade de reter e acessar informações em um curto período de tempo. É desenvolvido a partir da experiência de uma série de ações.
  • Controle Inibitório: A capacidade de resistir a impulsos e distrações para manter o foco.
  • Flexibilidade cognitiva: a capacidade de reorganizar pensamentos e procedimentos para se adequar a diferentes situações.

 

Além da função cerebral, a neurociência afirma que o aprendizado altera a estrutura física do cérebro, tornando-o mais funcional.

Ainda, o aprendizado só acontece, de fato, com a criação de memórias de longa duração, que são resgatadas para encontrar soluções para os mais diferentes problemas.

 

Seja consultado pelos melhores neurocientistas!

 

A equipe do Centro Médico Matsumoto contém os melhores profissionais do ramo neurocientista. Com atenção e cuidado redobrado, você tem a certeza do melhor atendimento do mercado e do melhor tratamento possível para o seu caso.

Não perca tempo e priorize sua saúde, entre em contato e marque já a sua consulta!

Entre em contato conosco

Estamos sempre pronto para melhor atender

+ =


(61) 3631-1029Formosa